top of page

Verity


Ficha técnica

Autora: Collen Hoover

Páginas: 320

Tempo de leitura: 7 horas

Lido em: 16/07/2023

Livro físico

Ano: 2020

Sinopse:

Verity Crawford é a autora best-seller por trás de uma série de sucesso. Ela está no auge de sua carreira, aclamada pela crítica e pelo público, no entanto, um súbito e terrível acidente acaba interrompendo suas atividades, deixando-a sem condições de concluir a história... E é nessa complexa circunstância que surge Lowen Ashleigh, uma escritora à beira da falência convidada a escrever, sob um pseudônimo, os três livros restantes da já consolidada série.

Para que consiga entender melhor o processo criativo de Verity com relação aos livros publicados e, ainda, tentar descobrir seus possíveis planos para os próximos, Lowen decide passar alguns dias na casa dos Crawford, imersa no caótico escritório de Verity – e, lá, encontra uma espécie de autobiografia onde a escritora narra os fatos acontecidos desde o dia em que conhece Jeremy, seu marido, até os instantes imediatamente anteriores a seu acidente – incluindo sua perspectiva sobre as tragédias ocorridas às filhas do casal.

Quanto mais o tempo passa, mais Lowen se percebe envolvida em uma confusa rede de mentiras e segredos, e, lentamente, adquire sua própria posição no jogo psicológico que rodeia aquela casa. Emocional e fisicamente atraída por Jeremy, ela precisa decidir: expor uma versão que nem ele conhece sobre a própria esposa ou manter o sigilo dos escritos de Verity?

 
Resenha:

Colleen Hoover, nos traz um suspense realmente distinto em sua narrativa. A história é dividida entre duas protagonistas: Verity Crawford, que rouba a cena e dá nome ao livro, e Lowen Ashleigh, uma escritora de romances de suspense.

A trama se desenrola de forma envolvente, alternando entre a perspectiva de Lowen e os capítulos da autobiografia de Verity. A inteligência e ousadia da narrativa tornam a leitura ainda mais fascinante, mas é importante ressaltar que o livro contém cenas gráficas e incômodas, especialmente relacionadas à maternidade.

Verity é uma personagem perturbadora, suas palavras escritas na autobiografia trazem calafrios e nos fazem questionar a natureza humana. Lowen também é complexa, sofrendo de sonambulismo e duvidando de sua própria sanidade diante dos eventos misteriosos que acontecem na casa dos Crawford.

Jeremy, o marido de Verity, é outro personagem intrigante, e sua devoção à esposa desperta desconfiança.

Crew, o filho deles, também traz um aspecto assustador à história, conversando com a mãe que não responde.

A enfermeira de Verity é um enigma, e a trama nos deixa curiosos sobre seu papel na história.

O desfecho é surpreendente e deixa espaço para interpretações diversas, o que nos mantém pensando sobre o livro mesmo após terminar a leitura.

Insano, dúbio, intenso, frio, impiedoso, arrebatador - "Verity" nos mostra outro lado da criatividade de Colleen Hoover.

Como sempre, a autora nos presenteia com uma história que nos deixa com uma ressaca literária, impactando nossas emoções de forma profunda.

Embora alguns temas e situações sejam difíceis de digerir, minha dica é não abandonar a leitura, pois o final surpreendente compensa toda a intensidade da trama.

"Verity" é uma obra única e envolvente que certamente deixará uma marca em seus leitores. Prepare-se para ser cativado por essa história intrigante e inesquecível!

 
Avaliação

Classificação: ★★★☆☆ (3 estrelas)


A narrativa é feita em primeira pessoa por Lowen, o que nos permite mergulhar em seus pensamentos e emoções ao longo da trama.

A partir do momento em que Lowen aceita o convite, ela decide passar algumas semanas na casa dos Crawford para entender melhor a escrita de Verity e investigar o escritório da autora em busca de inspiração. No entanto, ao chegar lá, ela se depara com uma série de situações estranhas e perturbadoras.

O livro é dividido entre o dia a dia na casa dos Crawford e a leitura do manuscrito de Verity, que Lowen encontra no escritório, o que deixa ele bem dinâmico.

O manuscrito começa como um relato erótico sobre o envolvimento de Verity com seu marido, Jeremy, mas logo se transforma em algo sombrio e perturbador, revelando segredos obscuros da família.

Ao longo da estadia de Lowen, ela se envolve cada vez mais com Jeremy, o que não é uma surpresa para o leitor.

No entanto, eventos estranhos e situações bizarras levam Lowen a questionar sua sanidade e a verdadeira natureza dos acontecimentos na casa dos Crawford.

Colleen Hoover constrói uma atmosfera de mistério e ambiguidade, fazendo com que Lowen questione sua sanidade e a verdade dos acontecimentos naquela casa. As reviravoltas e a complexidade dos personagens tornam a leitura impactante e inesquecível.

No entanto, mesmo sendo uma boa história, "Verity" deixa algumas pontas soltas e furos no enredo, especialmente no final ambíguo.

A revelação do manuscrito e a carta deixada por Verity levantam dúvidas sobre o que é verdade e o que é mentira, e isso pode deixar o leitor com algumas questões não resolvidas.

Por essas razões, minha avaliação para "Verity" é de 3 estrelas.

Ainda assim, é uma leitura que vale a pena para quem busca um suspense intrigante e sombrio, que irá te fazer questionar os limites da mente humana.

Recomendo a todos que se aventurem nessa montanha-russa de emoções e se deixem envolver pela escrita envolvente da autora.

 


Gostou da resenha?

Não deixe de comentar e compartilhar comigo o que achou.


Caso já tenha lido o livro, divida comigo seu ponto de vista.


Quer ter o seu livro resenhado? Mande uma mensagem para combinarmos.

Me siga no @jessicamilato e veja minhas leituras.


Compre o seu exemplar AQUI!

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page